Páginas

terça-feira, 26 de abril de 2016

Grupo Diretoria Tecnológica


Da Tecnologia a Comunicação Educacional


O livro o que é mídia-educação no segundo capitulo que tem como subtema" Da Tecnologia a Comunicação Educacional" vem abordar  a importância das tecnologias na formação de professore alunos. Para que se possa criar um novo campo de saber com usuário, para torna lo ativo ,critico e criativo.














Porem surge um questionamento,sera que as tecnologias atuais que estão sendo inseridas para a sociedade contemporâneas, servem para formar cidadãos críticos e pensantes? será que abrange todos as maneiras de estudar,aprender e ensinar a todos os níveis? E em todas as circunstâncias importantes para o campo da educação e da construção de uma sociedade.
O que é necessário para compreender o impacto dessas tecnologias na sociedade nos processos e relações sociais, na produção e reprodução da sociedade? Que tipo de indivíduos e de trabalhadores em todos os setores sociais e econômicos exigem com o surgimentos das tecnologias?
Será que realmente as escolas informatizadas e on-line estão contribuindo para a formação de professores e cidadãos preparados para a transformações e exigências de uma sociedade que a todo momento sofre mudanças?
video





REFERENCIA:BELLONI, Maria Luiza. O Que É Mídia-Educação. 2ª ed. Campinas, São Paulo: Autores Associados, 2005.





(Discentes Braulio,Suzana,Samara,Beatriz,Isabel,Maciele,Samuel,Katia,Givanildes)





quarta-feira, 20 de abril de 2016

Os fascínios das mídias associados a educação

As intencionalidades da Mídia a propositadas pela educação

video
O terceiro capítulo do livro O que é mídia-educação da autora Maria Luiza Belloni "Ética e Estética" traz uma reflexão sobre as contribuições positivas e negativas no processo de socialização, o capítulo esta divido em pequenos tópicos como O papel da tv no processo de socialização;Violência;Sexualidade e Educação para as mídias; a autora busca desmistificar alguns preconceitos e mostrar quais as reais intenções por traz da telinhas.
A mídia educação ou educação na mídia, vem se tornando hoje um dos grandes desafios na sociedade, seja no ambiente familiar como no meio social, ela tem" objetivos amplos relacionados a formação do usuário ativo, crítico e criativo de todas as tecnologias de informação e comunicação", (p. 47).
A televisão tornou se uma das ferramenta mais utilizada pelos brasileiros sendo um meio de comunicação e informação de grande amplitude, sendo acessível não só ao ser adulto como o ser criança.Assim como essa ferramenta pode democratizar, mediatizar, unificar ela também pode tornar se um perigo na construção da socialização entre a criança e seu meio, alienando nas suas reflexões e críticas. A autora ressalta que todos esses fatores de assimilação vai depender exclusivamente da criança e como ela enxerga tais conteúdos .
“Os jovens, em sua maioria, consideram que aprenderam algo importante e sério pela televisão. Para eles, a telinha tem uma grande legitimidade, como fonte do saber, semelhante à da escola. É portanto, reconhecida como ator importante pelos próprios sujeitos desse complexo processo de socialização.” P. 31
A ética e estética nas mídias principalmente nos filmes e programas televisivos buscam nos meios pedagógicos  maneiras de atrair o público infantil e de outras faixa etária segundo a autora "é ilusório pensar que a mídia triunfante e poderosa irá renunciar a seu poder e se adaptar aos objetivos da escola" (p.44) ao contrário cabe as instituições apropriar se dessas mídias para favorecer suas praticas
pedagógicas,mostrando o outra lado das Tics. E vocês acham que as mídias podem mesmo modificar a visão sobre esses mundo tão globalizado e capitalista?

REFERENCIA:
BELLONI, Maria Luiza.Mídia- Educação:ética e estética.In :__ O que é mídia- educação.3ed. rev. Campinas, SP:Autores Associados, 2009. Cap 3, p 31 -48

( Discentes: Diana Soares, Geisy Emilly, Ilmara Santos, Katiele Araújo, Marcio Alves, Patricia Dias,Silmara Alves, Vilani Matos)




Reflexões Sobre a Mídia

Qual o seu poder social e sua atuação na vida do sujeito?


É irrefutável a ideia de transcender os limites da tecnologia no cotidiano do indivíduo ativou ou não na atualidade. O poder de alcance e de uso de qualquer meio de comunicação tecnológico é exuberantemente vasto, expandindo consequentemente a necessidade de maior número de conteúdo a expor, as informações.
Ao mesmo que as informações tendem a abranger de forma ilimitadamente cada vez mais públicos, também a mesma sofre por banalização midiática, simplificando seu conteúdo ao simples assimilação. (BELLONI. p.50). Surge então neste contexto a ideia de quantidade X qualidade, há simplesmente a preocupação em apresentar conteúdos, mas não de se aprofundar no mesmo.
Os recursos estão ligados diretamente com o desenvolvimento da criança nativa digital, pois é cada vez mais comum a TV, internet, jogos online serem as companhias de muitos. Assim, a mesma tecnologia midiaticamente ainda mais incluída no cotidiano do ser de forma continua e progressiva passa a ter lugar na vida subjetiva do sujeito.


A TV como pioneira e mais acessível meio de comunicação moderno, traz consigo grande carga de influência positiva e tanto negativa, a última associa-se a imerso processo de alienação de seus telespectadores, na tentativa incansável de desprover do senso crítico os seus. Dito feito, a idealização de um mundo perfeito aos olhos da sociedade contemporânea, uma reciprocidade mecânica e submissa do homem ao sistema capitalista.

(Seguinte, vídeos que enfatizam o que já dito anteriormente. Não há intenções  de agredir nenhum canal de mídia)





BIBLIOGRAFIA:
BELLONI, Maria Luiza. O que é mídia-educação. 3. Ed. Revista. Campinas, SP, 2009.
          Autores:
Adelmo Nascimento;
Geisiane lima;
Izabela Silva;
Maria Fabiana;
Maria Karoline;
Rausiane Oliveira.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

O QUE É MÍDIA - EDUCAÇÃO

NOVOS MODOS DE APRENDER





Constata-se uma crescente mudança nas novas ferramentas educacionais, principalmente na área tecnológica com o objetivo de formar educandos críticos e atuantes.Mas deve-se ter um cuidado diferenciado para que os mesmos não sejam meros usuários desses meios,sem ter uma metodologia apropriada em que se alcancem metas.








Em meio a tantos avanços, a área educacional exigi uma grande mudança e aperfeiçoamento de espaços  físicos ,com profissionais qualificados para atuar como mediadores. Com esta nova forma de educar a escola passa a ter papel fundamental na implementação desses recursos.




 Mas será que os órgãos públicos educacionais estão  dando suporte suficiente para as escolas desempenharem com êxito essa tarefa? E essas transformações educacionais estão sendo válidas e bem sucedidas quando postas em prática?

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
BELLONI, Maria Luiza.Mídia- Educação: O que é mídia- educação.3ed. rev. Campinas, SP:Autores Associados, 2009. 


Discentes:
Amanda
Gleisi
Jeane
Jeilma
José Veridiano
Ludmilla
Sabina
Taize
Thaynara 
Vaneilza.


domingo, 17 de abril de 2016

Mídia-Educação, uma discussão entre os futuros pedagogos das Fise

Para que a sociedade da informação seja uma sociedade plural, inclusiva e participativa, hoje, mais do que nunca, é necessário oferecer a todos os cidadãos, principalmente aos jovens, as competências para saber compreender a informação, ter o distanciamento necessário à análise crítica, utilizar e produzir informações e todo tipo de mensagens.
(BELLONI, p. 1081, 2009)

A mídia-educação é parte essencial dos processos de socializa- ção das novas gerações, mas não apenas, pois deve incluir também populações adultas, numa concepção de educação ao longo da vida. Trata-se de um elemento essencial dos processos de produção, reprodução e transmissão da cultura, pois as mídias fazem parte da cultura contemporânea e nela desempenham papéis cada vez mais importantes, sua apropriação crítica e criativa, sendo, pois, imprescindível para o exercício da cidadania.
(BELLONI, P. 1083, 2009)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...